Citações

    Contatos

    Para os emails, tire os espaços... só para dificultar um pouco o spam mario . alirajr @ ufrpe . br e mariolirajunior @ gmail . com Para ver minha disponibilidade de horários, acesse http://doodle.com/MarioLiraJunior que você vai ver meus horários disponíveis, e pode solicitar um horário para discutir o que estiver querendo ou pode simplesmente mandar um email ou passar na minha sala. Se eu não estiver ocupado demais, dou um jeito de atender na hora mesmo.

    Assine o blog por email

    Digite seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

    Comentários

    Dúvidas sobre o trabalho de testes de hipóteses – 2017-2

    Pergunta: Professor, boa tarde. Gostaria de saber se o senhor quer o gráfico somente com o t0 e t tabelado ou é pra incluir média, desvio….

    Resposta: Na verdade você não deve incluir nenhum dos t (calculado e tabelado), e sim a média, uma das medidas de dispersão (desvio padrão, intervalo de confiança ou erro padrão da média) e uma indicação se a diferença entre as médias é significativa ou não (que pode ser um asterisco, por exemplo, quando for significativa).

    É importante lembrar que todo e qualquer gráfico sempre deve ser autoexplicativo, ou seja, entre os elementos do próprio gráfico (eixos, etc) e a legenda, qualquer leitor deve entender o que precisa saber do gráfico, sem ter de depender de outro texto, ou de conhecimento prévio. É melhor errar por excesso do que por falta.

    Outro ponto importante é lembrar que todo e qualquer gráfico é uma representação de uma realidade, e portanto que eixos indicam valores, que devem ser compatíveis entre si (ou seja, cada eixo corresponde a uma unidade física), e que as escalas adotadas para diferentes variáveis, caso haja mais de uma no gráfico, devem permitir visualizar os resultados, de forma a examinar diferenças ou semelhanças de comportamento.

    Finalmente, é importante lembrar sempre que as medidas/os cálculos estatísticos não são interessantes para o leitor, mas sim para embasar as decisões tomadas pelo pesquisador. Em outras palavras, o ponto central é o que aconteceu com seus tratamentos, os valores reais e experimentais, enquanto a estatística ajuda a entender, mas não é o centro do show.

    Pergunta: Quando se sab que a diferenca é significativa ?
    Resposta: Quando a chance de ser devido ao acaso for menor do que o nível de significância desejado, ou seja, quando temos uma chance abaixo de alfa (normalmente, mas não necessariamente 5%) de cometermos um erro tipo I (afirmarmos que já diferença entre tratamentos quando o acaso explica a diferença aparente) devido ao acaso.

    No caso do teste t, isto pode implicar em nosso valor ser maior do que o tabelado (que por sua vez é o maior valor que vai acontecer exclusivamente devido ao acaso alfa% das vezes naquela condição) ou a chance calculada pelo programa de estatística que estiver sendo usado ser menor do que o nível de significância pré-determinado

    Submarino.com.br
    %d blogueiros gostam disto: